Total de visualizações

O Atendimento Psicopedagógico

O Atendimento Psicopedagógico

Quem ensina e quem aprende:

Quem ensina e quem aprende:

26 de agosto de 2014

Projeto: Meu Corpinho - 0 a 3 anos



Tema: Meu corpinho e suas muitas sensações.
            Através de estudos já realizados sabemos  que quando falamos de crianças de 0 aos 3 anos, podemos dizer que sua forma de contato com o mundo se dá através do corpo e seus sentidos. Bem como através da ação e interação com este mundo.
             
Justificativa: Este projeto ajudará a criança na exploração e conhecimento das partes e dos sentidos do seu próprio corpo.
Pensando nas características desta faixa etária propomos um projeto para se vivenciar experiências práticas de exploração do corpo e seus muitos sentidos e sensações.
            Tivemos o cuidado de propor atividades que contemplem o desenvolvimento motor e sensorial das crianças desta faixa etária.
            Este projeto é destinado às crianças de 0 a 3anos, Tendo como fio condutor a problematização de situações observadas ou vivenciadas pela educadora.
Situações estas que tenham relação direta com o corpo e seus sentidos.
Este projeto não partiu de uma realidade e sim de suposições a cerca de situações peculiares nesta faixa etária.
            A realização das atividades proposta exige da criança processos  mentais e físicos, respeitando o conhecimento trazido pela criança e possibilitando-a avançar na construção de novos conhecimentos..

Objetivos:  
  • Identificar as partes do corpo bem como seus sentidos.
  • Estimular diferentes situações  que possibilitem  a criança explorar  o corpo.
  • Participar de diferentes atividades tais como: rolar, agarrar, engatinhar, ficar de pé, andar por obstáculos.
  • Estimular a criança a vestir-se, se desvestir e a criar outras independências relativas ao  corpo e seus sentidos.
Recursos:
  • Espelho,
  • Giz de cera,
  • Tinta tempera,
  • Cds diversos,
  • Livros de histórias,
  • Diferentes tipos de papéis,
  • Revistas  diversas,
  • Diferentes texturas,
  • Fantoches, entre outros que podem ser necessários ao longo do desenvolvimento do projeto.

Tempo previsto para o projeto:
Por este projeto não ter sido aplicado e nem ter surgido de observações reais, pensa-se num tempo aproximado de 15 dias, podendo se  estender ou terminar fora do tempo. Tudo dependerá do interesse das crianças e de como as atividades serão problematizadas e conduzidas.

Índice:
Através de uma história relacionada com o tema escolhido a educadora fará explorações  e partindo de suas observações pontuara questões possíveis de serem problematizadas.
§  Qual a parte do corpo que mais gosta? O que ela faz? Para que serve?
§  Quantas orelhinhas temos? O que fazem?
§  O que podemos fazer com as mãozinhas? E se as fecharmos? Ou se a abrirmos?
Que tipos de barulho produzem? Alto ou baixo? O que usamos para escutarmos estes barulhos?
§  E nossos pés fazem o quê? Por onde andam? Produzem barulho?
§  Estimular o relato das crianças sobre suas curiosidades relacionadas ao corpo e seus sentidos.

Atividades propostas para o desenvolvimento do tema:
§  Utilizar o espelho para explorar as diferentes partes do corpo e seus sentidos. Para isso colocar a criança em frente ao espelho, solicitar que ela aponte em seu corpo, no próprio professor ou em um  boneco, diferentes partes do corpo e o que estas podem fazer. A professora mediará a  atividade fazendo intervenções orais.
§  Diferentes exercícios corporais, em pequenos ou em grande grupo e individualmente. Exercícios orientados e explorados pela educadora para a criança ter conhecimento sobre as diferentes partes do corpo bem como o sentido produzido por cada uma delas, através do correr, gatinhar, rolar etc.

§  Brincadeiras cantadas  de roda. Utilizando músicas  relacionadas com a proposta do tema.
§  Atividades de imitação. Atividade que pode ser explorada em frente ao espelho e também em roda no grande grupo. Havendo possibilidade de exploração oral de cada parte do corpo.
§  Atividades com materiais diversos: quebra-cabeça (menino-menina),caixa de habilidades, jogos de igualdade. Materiais que sejam explorados para a identificação das partes do corpo, seus movimentos e sentidos. Entre os recursos materiais temos as revistas que servem para a identificação do que está sento trabalhão, e exploração dos sentidos através do manuseio, recorte, amassar etc. Podem-se utilizar diferentes tipos de texturas que contribuem na exploração dos sentidos.
§   Atividades envolvendo histórias, músicas, fantoches, bonecos articulados e outros materiais relacionados com o tema.
§  Propor atividades plásticas em que as crianças possam reconhecer e identificar as parte do corpo bem como seu sentido. Atividades que podem ser feitas com tinta, giz de cera, diferentes papéis e outros materiais adequados a faixa etária. Propor que a criança deite-se e outra criança com auxilio da educadora possa fazer o contorno do corpo do colega para ser trabalhado em grande grupo através da problematização da educadora.

Avaliação:
      A avaliação deste trabalho será através do registro e da observação diária de cada criança e do grupo, desenvolvendo-se em si, uma forma de avaliação que considera o indivíduo e o coletivo.
      A avaliação proposta servirá para acompanhar o processo de aquisição do conhecimento e do desenvolvimento de cada criança, servindo como um instrumento de pesquisa e investigação que auxilia e complementa a prática pedagógica.